Shania Who?

Shania Twain é cantora, compositora, produtora e escritora canadense, e um dos grandes nomes da música country no mundo todo. Atualmente possui cinco álbuns de estúdio que, juntos, ultrapassam 100 milhões de cópias vendidas.

Shania Twain fala sobre o AMAs, Taylor Swift e sua nova residência

Em entrevista recente ao site USA Today, a cantora Shania Twain falou sobre sua performance na premiação do American Music Awards no próximo domingo (24), defendeu Taylor Swift no problema com a Big Machine e comentou sobre sua nova residência. Confira a tradução da matéria abaixo:

Espero abraçar Post Malone – isso seria realmente ótimo“, diz Twain sobre o cantor / rapper de “Sunflower”, que lidera os premiados deste ano com sete indicações. “Apenas um abraço rápido e ‘parabéns’. Eu o amo e sou um grande fã há muito tempo.

Da mesma forma, muitas pessoas estarão se divertindo quando Twain subir ao palco nos AMAs de domingo, transmitindo ao vivo a partir do Microsoft Theatre de Los Angeles na ABC (20:00 EST / PST). A ícone do pop country está programada para apresentar uma mistura de suas músicas mais conhecidas, tendo atravessado o Top 40 no final dos anos 90 com sucessos como “You’re Still the One“, “From This Moment On” e “That Don’t Impress Me Much“.

A aparição de Twain no AMAs mostra seu retorno a Las Vegas com “Let’s Go!“, que começa no Zappos Theatre no Planet Hollywood Resort & Casino em 6 de dezembro. A residência de 23 datas é a segunda passagem da cantora em Vegas após “Shania: Still the One”, que terminou em 2014.

Os novos shows são parecidos com uma “festa gigante“, diz ela. “É um show muito interativo. Os efeitos são incríveis, há muitas mudanças de figurino – estou me divertindo muito com a moda“.

Twain, 54, conversa com o USA TODAY sobre suas próximas apresentações e compartilha seus pensamentos sobre a recente batalha legal de Taylor Swift e a falta de mulheres nas rádios.

Pergunta: O que você pode nos dizer sobre o seu medley de AMAs?

Shania Twain: Serão oito músicas no total, de cima para baixo. Estou começando com um mashup das minhas músicas favoritas que não são minhas, e que levarão a “You’re Still The One”. Eu vou fazer essa seção inteira sozinha, só eu, meu violão e um microfone. Então eu vou entrar em alguns dos meus hits que todo mundo conhece e pode cantar junto. Sou fã de clássicos: esses são os momentos que nos unem e nunca me aborreço disso.

P: Quem mais você está animado para conhecer ou ver no show?

Twain: Espero poder dizer oi para Taylor (Swift) e dar um abraço em Lizzo também. Existem muitos artistas maravilhosos agora, estou realmente amando música neste momento. Tornou-se mais diversificado do que já vi há muito tempo, e parece que há mais liberdade de expressão. Estou me sentindo muito energizada pelo talento ao meu redor.

P: Você é fã de Billie Eilish? Ela concorre a seis AMAs e também está se apresentando.

Twain: Ah, sim, que grande talento. Ela é tão jovem, e ela e seu irmão (compositor / produtor Finneas O’Connell) são uma equipe incrível. Eles me lembram The Carpenters, em termos da sintonia entre irmão e irmã (Karen e Richard Carpenter). Há quase uma telepatia que ninguém pode explicar em como essa música se desenvolve entre irmãos, e eles devem estar experimentando isso até certo ponto. É tão único, e ela tem um ótimo estilo.

P: Taylor Swift disse na quinta-feira passada que sua antiga gravadora, Big Machine Label Group, a impedia de realizar seus sucessos anteriores nos AMAs, embora ela tenha recebido permissão desde então. O que você achou da disputa?

Twain: Eu não sei muito sobre os detalhes disso, mas sou uma grande defensora de Taylor. Eu acho que ela é incrivelmente brilhante. Eu não tive a chance de conversar com ela sobre isso e realmente não sei de onde todos vêm, mas eu sempre apoiarei o artista e seu acesso à sua própria música. Parece um pouco ridículo não ter isso.

P: O CMA Awards da semana passada celebrou as mulheres na música country. Quais são algumas das suas artistas femininas favoritas no gênero agora?

Twain: Eu amo Little Big Town, acho que eles são incrivelmente talentosos. Há muitos talentos femininos por aí, e eles têm sido mais fortes sobre a resistência no rádio para incluí-los de forma mais igual. Espero que isso comece a mudar, porque há muitas artistas femininas com músicas fortes que pertencem ao Top 40 das rádios country que simplesmente não estão lá.

É muito antiquado também. Não ouço mais Reba (McEntire) no rádio; Não ouço mais Patty Loveless no rádio. Não ouço Shania Twain no rádio! Então, isso também precisa mudar. Felizmente, com a tecnologia, temos outros meios de divulgar nossa música e o rádio não é o fim – tudo é o sucesso de alguém hoje. Mas é muito frustrante e é um desserviço não apenas ao artista, mas ao público, que eles não podem ligar o rádio e ouvir todas as melhores músicas que estão sendo feitas no momento.

P: “Let’s Go!” começa em apenas algumas semanas. Por que agora pareceu o momento certo para voltar a Vegas?

Twain: Eu fiz um pouco de atuação e duas turnês internacionais desde (2014), então eu sinto que estou pronta para me acalmar um pouco novamente. Meu filho tem 18 anos agora, então eu sinto que posso mergulhar mais em brincar com meus cavalos e meus cães e desfrutar de um ninho em Las Vegas. A Strip é, é claro, divertida e louca, mas existem algumas pequenas comunidades lindas e tranquilas logo depois da Strip. Então o contraste é perfeito para mim: eu faço meus shows à noite e depois volto para minha pequena fazenda.

P: Você jogou bastante durante sua última residência?

Twain: (risos.) Gosto de ver outras pessoas jogarem, é muito divertido. Mas gosto mais do entretenimento: adoro hóquei, rodeio, luta livre e outros shows. Eu vi “Enigma” de Lady Gaga, que foi maravilhoso, e eu vi Madonna na outra noite, o que foi muito legal.

FONTE: USA Today

Vale lembrar que, para assistir ao American Music Awards que acontece no Microsoft Theatre em Los Angeles no domingo, 24 de novembro. O evento será transmitido pela emissora americana ABC. No Brasil, a transmissão ficará por conta do canal TNT e deve iniciar a partir das 22 horas (horário de Brasília).

Publicado por Diego Brambilla

COMENTÁRIOS