#ShaniaemBarretos: Shania Twain sacode a arena da Festa do Peão
19 ago 2018

O dia de ontem (18) foi, com certeza um dia memorável para todos os fãs brasileiros da Shania. Nossa rainha nos entregou um show grandioso e de uma qualidade estrondosa.

Emoções rolaram desde cedo. Por volta das 13 horas, Shania e sua banda começaram a passagem de som e do lado de fora da arena, já era possível ouvir a voz da cantora ensaiando as músicas e conversando com os músicos.

https://www.instagram.com/p/BmpRxXthcHM/?utm_source=ig_web_copy_link

Na saída do ensaio, Shania foi surpreendida com uma chuva de fãs que já a aguardavam no portão. A cantora, gentilmente pediu que seu carro parasse, abriu um pouco a janela e cumprimentou alguns dos fãs que estavam ali com sorrisos e apertos de mão. O Portal Shania Twain estava dentre os fãs e conferiu o momento e os sorrisos da cantora.

https://www.instagram.com/p/BmocQKIBXhp/?utm_source=ig_web_copy_link

A entrada na arena começou por volta das 19 horas, ocorrendo alguns problemas de acesso em algumas áreas, como na Pista Gold onde as catracas não estavam funcionando, porém, os fãs conseguiram posteriormente entrar na arena.

Inicialmente, Shania entraria em um cavalo branco, mas sua entrada acabou sendo menos triunfal.

Seguindo o setlist da “NOW Tour“, Shania abriu o show com a animada “Life’s About To Get Good“, seguida de “Come On Over“, “Up!“, “Poor Me” e “Don’t Be Stupid (You Know I Love You)“, que levantou a galera para o que viria a seguir: “That Don’t Impress Me Much“. Ao longo da arena, dezenas de fãs (inclusive nós) exibiam suas estampas de leopardo para a cantora, peça característica do clipe.

Tentando falar português, a cantora mandou um “Eu te amo Brasil. Essa é uma canção de amor para o Brasil” antes da balada romântica “From This Moment On“, cantada a plenos pulmões por uma arena mais que lotada.

Logo, em seguida, o baterista Elijah Wood mandou a sua kisscam que exibiu inclusive um beijo entre Shania e Fred nos telões da arena. Sem perder o ritmo, Shania mostrou porque se tornou a rainha do country logo em seguida, com as canções “Any Man Of Mine“, “Whose Bed Have Your Boots Been Under?” e “Honey, I’m Home” seguidas.

A todo momento, Shania era só sorrisos com os fãs presentes e aparentava estar muito feliz. O público, é claro, reagia com aplausos e gritos ensurdecedores.

“I’m Alright trouxe o show para um aspecto um pouco mais calmo, que se manteve posteriormente com “You’re Still The One” e “More Fun”.

Em Barretos, dois dos figurinos da NOW Tour não foram utilizados como o vestido de estampa de leopardo e o macacão azul. Porém Shania manteve o show animado e seguindo com uma multidão de canções animadas “I’m Gonna Getcha Good!“, “Swingin’ With My Eyes Closed” e “(If You’re Not In It For Love) I’m Outta Here!“.

Shania ainda convidou o cantor Bastian Baker para o palco para um dueto em “Party For Two“. Baker já havia sido visto pelo Parque do Peão horas antes do show começar e distribuiu selfies e simpatia.

Antes do encore, a banda apresentou uma incrível versão “Blue Storm“, que até então não havia sido apresentada durante a NOW Tour. E vem Shania com seu maior hit “Man! I Feel Like A Woman!” que colocou abaixo a Arena do Parque do Peão. A multidão se manteve animada e gritando com a “Rock This Country!“, música que finalizou o set de uma hora e quarenta e cinco minutos.

Ainda durante o show, Shania chamou alguns fãs ao palco e teve até pedido de casamento de um dos fãs ao namorado. A cantora aplaudiu e distribuiu selfies com os fãs.

Setlist:

Life’s About To Get Good
Come On Over
Up!
Poor Me
Don’t Be Stupid (You Know I Love You)
That Don’t Impress Me Much
From This Moment On
Any Man Of Mine
Whose Bed Have Your Boots Been Under?
Honey, I’m Home
I’m Alright
You’re Still The One
More Fun
I’m Gonna Getcha Good!
Party For Two
Swingin’ With My Eyes Closed
(If You’re Not In It For Love) I’m Outta Here!
Blue Storm
Man! I Feel Like A Woman!
Rock This Country!

Shania Twain chega a Barretos para show na Festa do Peão
17 ago 2018

A estrela da música country, Shania Twain chegou a Barretos (SP) na noite desta quinta-feira. A cantora, que está pela primeira vez no Brasil, faz show no sábado (18), no palco Arena da Festa do Peão de Barretos 2018.

Segundo o portal G1, o jato com a cantora pousou por volta das 19h no aeroporto municipal. aeronave foi locada pela organização da festa e buscou-a em San Juan, em Porto Rico. O voo fez apenas uma escala, em Brasília (DF), para procedimentos de documentação.

Escoltada por seguranças, Shania desceu da aeronave usando um boné brilhante e sob um escudo de guarda-chuvas, que protegeram a diva do country das lentes de cinegrafistas e fotógrafos.
Alguns fãs acompanharam a chegada da cantora. De carro, Shania seguiu até a propriedade rural, onde ficará hospedada, mas a localização não foi divulgada.

Para o espetáculo do próximo sábado no Parque do Peão, o palco principal precisou de reforços na estrutura metálica, já que a logística para o espetáculo de Shania foi a maior já solicitada na história da festa.

O piso também recebeu tratamento especial para ficar totalmente plano e ainda recebeu linóleo. A canadense também exigiu uma escada para cenografia, equipamentos específicos de laser, chuva de papéis importados e seguranças bilíngues.

Em seu camarim, Shania terá alimentos vegetarianos e sua equipe será dividida em nove salas —para ela, balé, maquiagem, músicos e closet.

A chamada Casa dos Artistas, atrás do palco, era insuficiente para abrigar a estrutura exigida. Por isso, o camarim será montado num dos 28 ranchos existentes no parque. Isso obrigou também a criação de uma logística de trânsito para ela chegar até o palco.

O show de Shania é parte da turnê internacional “NOW”, que ainda deve passar pela Europa, Austrália e Nova Zelândia até o final deste ano.

Fonte: G1, Folha de São Paulo

Tudo o que sabemos sobre o show de Shania Twain em Barretos
17 ago 2018

Finalmente nosso sonho já é realidade. Depois de mais de 20 anos de tentativas, Shania Twain já está em Barretos para o show da NOW World Tour que acontece neste sábado na arena da Festa do Peão de Barretos. A 63ª edição do evento já é recorde de público com destaque para a noite do dia 18.

E a menos de dois dias do evento, preparamos um resumão bem rápido sobre o que sabemos sobre a primeira apresentação de Shania em terras brasileiras:

1 – A programação

Além de Shania, outros cantoras também se apresentarão na Festa do Peão de Barretos no dia 18 de agosto. Segundo a programação oficial e informações do próprio Departamento de Turismo de Os Independentes, os portões serão abertos das 19 horas e os shows da noite devem começar com Marília Mendonça às 22:45, seguida pelo suíço Bastian Baker às 00:00h e por Shania às 00:30.

2 – A entrada

A Master Selas (@masterselas no Instagram) preparou uma sela especial para Shania Twain, o que indica que, ao contrário dos demais shows da NOW Tour onde a cantora entrava na arena pela multidão, dessa vez, a Rainha do Country deve subir ao palco montada em um cavalo. Imaginamos uma entrada parecida com a dos shows realizados em Calgary e Charlottetown em 2014.

https://www.instagram.com/p/Bmjk9IcA9VN/?utm_source=ig_web_copy_link

3 – O palco

O palco que foi preparado para a cantora difere dos demais do restante da turnê até agora. Os enormes cubos que servem de telões durante o show não foram trazidos ao Brasil, porém, ao invés disso, teremos um telão enorme no fundo que reproduzirá as mesmas exibições dos cubos. Aparentemente, Shania também não voará durante “You’re Still The One“, como fez na América do Norte. No entanto, nada disso faz com que o show brasileiro seja algo menor do que o esperado. Detalhes do palco já foram revelados nas próprias redes sociais da festa nesta quarta-feira.

4 – O setlist

Ainda não temos informação quanto ao setlist, porém acreditamos que a listagem usada durante a passagem da NOW Tour pelo Brasil não seja muito diferente dos shows da América do Norte. Pelo que pode ser visto pela imagem do palco, a projeção usada em “Let’s Kiss And Make Up” já está programada no palco da arena, o que sugere que a canção possa voltar ao set. (“Kiss And Make Up” havia sido retirada do set desde o show em Fresno no dia 01 de agosto.

O setlist completo da turnê até aqui, você pode ouvir em uma playlist exclusiva no Spotify!

Fiquem ligados no nosso Instagram (@portalshaniabr) para todas as atualizações sobre a passagem de Shania pelo Brasil. No dia 18 de agosto (sábado), dia do evento, estaremos online o dia todo, mostrando desde os preparativos dos fãs até o final do show.

Tudo o que você precisa saber sobre o show de Shania Twain no Brasil
03 ago 2018

A espera foi grande mas o nosso sonho se realizou e, agora, finalmente está confirmado o show de Shania Twain no Brasil! A cantora deve passar por terras brasileiras pela primeira vez com sua nova turnê “Now”.
Pensando nos fãs que ainda não conhecem a cidade, mas planejam ir ao evento, preparamos todos os detalhes para tentar clarear todas as possíveis dúvidas.

A data

O show está programado para acontecer no dia 18 de Agosto de 2018 na cidade de Barretos, São Paulo.

O evento

A Festa do Peão de Barretos é uma festa que acontece todos os anos na cidade de Barretos, no estado de São Paulo. A festa é tradicionalmente organizada e promovida no mês de agosto pelo clube “Os Independentes”. Neste ano, a festa ocorre entre 16 e 26 de agosto.

O local

O Parque do Peão é uma arena para rodeios e shows e tem capacidade para 35 mil pessoas sentadas. O Estádio de Rodeios tem projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e seu formato é uma ferradura.

Como chegar

Para os moradores do Paraná, o Portal Shania Twain em parceria com a Rofer’p Turismo preparou uma excursão especial para o show:
Saída: 17 de agosto – Retorno: 18 de agosto (após o término do show)
Local de saída: Maringá – PR
Inclui: Transporte de ida e volta com refrigerante, água mineral, além de parada para lanche e brindes exclusivos.
Valor: R$ 270,00 por pessoa **Ingresso não incluso
Informações: (44) 98419-6446 (Diego) ou (44) 99866-1044 (Paula)

https://www.facebook.com/portalshaniabr/videos/435080037001404/

Os ingressos

Ingressos para acesso ao Parque do Peão, inclusive para os camarotes, área vip, pista Premium, você pode adquirir no site da Total Acesso, na loja de Os Independentes no North Shopping ou nas bilheterias do Parque do Peão.

Os valores*

Pista simples: R$ 110 (meia) e R$ 180 (inteira)
Área VIP: R$ 700,00
Pista Gold: R$ 600,00
Camarote Super Bull: R$ 540,00
Camarote Arena Premium: R$ 1.000,00

*Valores sujeitos à mudanças. Última atualização: 03/08/2018.


A turnê

Now” é a quarta turnê de Shania Twain. Além do Brasil, a turnê deve passar por Estados Unidos, Canadá, Europa e Austrália, teve início em 03 de maio de 2018, na cidade de Tacoma, nos Estados Unidos. A agenda de shows completa da turnê, você pode conferir clicando aqui.

Mapa de localização

E você, já comprou seu ingresso? Nos vemos em Barretos!

[Review] Concerto de Shania Twain no Talking Stick Resort Arena, 30 de julho de 2018
01 ago 2018

Shania Twain deu início ao show de segunda-feira no Talking Stick Resort Arena com uma promessa musical de que a vida estava prestes a ficar boa depois de fazer sua entrada na parte de trás da arena.

E no momento em que ela trouxe o Phoenix Suns Gorilla para se juntar a ela depois de voar alto sobre a multidão em um balanço feito para parecer um violão aberto em seu maior sucesso, “You’re Still the One”, ela definitivamente tinha ido além para cumprir essa promessa.

O repertório tocou quase todos os singles que continuam a defini-la como a artista feminina com maior vendagem na história da música country, da música que a colocou em seu caminho, “Whose Bed Have Your Boots Been Under?” até “Man! I Feel Like a Woman!”, que ela sabiamente fez no encore de uma música.

Houve até uma montagem em vídeo de sucessos que ela não tocou, incluindo “The Woman in Me” “You Win My Love” e “Don’t.

Ela também compartilhou várias músicas do “Now” do ano passado, seu primeiro lançamento em 15 anos, no decorrer de uma performance de quase duas horas que compensou o glamour de Vegas e o espetáculo de alta tecnologia com emoção agridoce.

Já se passaram quase três anos desde que a cantora fez seu último adeus em uma turnê de despedida que claramente não se manteve e ela fez várias referências na segunda-feira que pareciam indicar que este poderia ser o verdadeiro adeus.

Ela também falou sobre sua música como a “vantagem de experimentar coisas difíceis” em sua vida.

Eu posso colocar tudo isso na música”, ela disse. “Muitas vezes eu não compartilhei muita música com vocês nos últimos anos, mas neste álbum atual, eu decidi que era muito mais terapêutico não apenas para mim, mas para todo mundo lá fora entender isso, você sabe, quando você tem um baixo, você não é o único, você não está sozinho e você pode passar por isso”.

Isso tudo foi por meio da introdução de “Poor Me”, uma música de “Now” que Twain disse que se tornou sua “a música de compaixão que eu já escrevi”, lembrando seus fãs: “Você pode se sentir para baixo de vez em quando.”

Apesar da natureza terapêutica do novo material, inspirada pelo colapso de seu casamento com Robert John “Mutt” Lange, o homem que produziu todos os seus hits, e os problemas médicos que danificaram suas cordas vocais e exigiram um longo hiato, ela nunca foi muito profundamente na pena.

O clima predominante era muito mais íntimo em espírito ao refrão de outra música em “Now”: “Mais diversão é o que precisamos.

Essa é a música que ela realizou depois de dividir o palco com o Phoenix Suns Gorilla.

O show foi o estado da arte, desde a guitarra voadora até o uso de grandes cubos de vídeo, que dominaram o palco e foram constantemente reconfigurados enquanto ela se movia de música em música, proporcionando um cenário em constante mudança para a noite “selvagem e louca” que a cantora prometeu depois de “Come On Over”.

Às vezes, os cubos se juntavam como uma enorme tela com Twain, seus músicos de apoio ou seus cantores de dança dançando no topo.

Houve muitas mudanças de figurino, desde o vestido cintilante com uma fenda de uma milha de altura que ela usou na música de abertura até a cartola e casaco do vídeo de “Man! I Feel Like A Woman!”.

E quando Twain desapareceu através de um alçapão depois da “sexy grooving music”, como ela chamou, “Let’s Kiss and Make Up”, o holofote mudou para o baterista Elijah Wood, que conseguiu ganhar a reação mais entusiasmada que já vi para um solo de bateria desde a última turnê do Rush.

Ela convidou uma mãe e uma filha no palco para falar sobre o que as levou ao show juntas em um dos momentos mais doces do show.

Bastian Baker, que abriu o set com uma performance acústica solo, voltou ao palco para se juntar à estrela em “Party for Two” e “Swingin’ With My Eyes Closed” antes de Twain trazer o set para um clímax com “(If You’re Not In It For Love) I’m Outta Here!

E com isso, ela estava fora de lá, retornando para um encore de uma música que terminou em uma chuva de confetes.

Ed Masley
Arizona Republic

[Review] Shania Twain faz festa para milhares na lotada Vivint Arena
29 jul 2018

Shania Twain levou sua prerrogativa para se divertir um pouco a novas alturas na noite de sábado no Vivint Smart Home Arena.

A superstar pop não apenas se apresentou bem acima do palco em um pacote de cinco cubos de vídeo que mudam de forma, mas em um ponto durante seu show de apenas duas horas, ela sentou-se empoleirada em um balanço feito para parecer um Estojo de violão aberto que subiu sobre a plateia antes de depositá-la em um palco de satélite no outro lado da arena.

Além disso, ela produziu uma produção de alta energia, que tinha fãs fascinantes cantando exuberantemente do começo ao fim.

Em tudo, você pode dizer que ela nos impressionou muito.

A produção teatral da “Now Tour” de Twain manteve o público adivinhando – nunca sabendo onde ela poderia aparecer ou desaparecer como parte da performance.

Tome o início do show como um excelente exemplo. Quando as luzes se apagaram após uma alta pré-gravação de “We Will Rock You”, do Queen, o baterista Elijah Wood apareceu no palco satélite tocando uma batida forte em dois tambores. Com a atenção do público desviada, Twain fez sua aparição inicial na metade do caminho em uma seção lateral da plateia.

Twain, vestindo um vestido justo e um chapéu de caubói, atravessou o corredor enquanto os fãs próximos se assustavam. Em vez de fazer uma curva diretamente para o palco quando ela atingiu o andar principal, ela fez um desvio na direção da extremidade da arena e cruzou para o outro lado – fãs de êxtase de alta velocidade ao longo do caminho antes que ela finalmente terminasse sua jornada para o palco.

“Salt Lake City, vocês estão prontos?” ela proclamou. “Eu disse: ‘Vocês estão prontos, Salt Lake City?’”

Com isso, a música começou e a cortina atrás dela se elevou quando ela caminhou para o palco à esquerda e deu as boas-vindas ao seu grupo de dançarinos / cantores substitutos para o número de abertura “Life’s About to Get Good”.

Além da própria Twain, o elemento central da produção de palco foi o pacote de cubos de vídeo mencionado anteriormente. Às vezes eles se juntavam em um grande grupo, mas na maioria das vezes, eles se separavam em diferentes conglomerados que se moviam por todo o palco e também subiam a alturas vertiginosas. Twain, seus membros da banda de apoio e os dançarinos / cantores fizeram um grande uso das plataformas de cubo durante a noite – e os próprios cubos projetaram o vídeo, além de outros efeitos estilísticos que contribuíram para o fator chocante do show.

Depois de “Come On Over”, Twain subiu uma escada para o cubo mais alto (na época) para executar “Up!”. A multidão estava indo bastante mal a esta altura, um fato não perdido enquanto Twain introduzia a música.

“Eu acho que vocês são o público mais barulhento que tivemos em toda a turnê – estou falando sério”, disse Twain. “E nós apenas começamos (o show)!”

Agora, talvez Twain use a mesma linha todas as noites, mas parecia genuíno e ela reiterou o sentimento mais tarde, então quem sabe. Mas Twain definitivamente manteve a multidão à beira do delírio a maior parte da noite.

Não é de surpreender que o set de Twain tenha saído de dois de seus cinco álbuns de estúdio – o novo, “Now”, e o gigantesco vendedor de 1997, “Come on Over”. Ela realizou sete músicas de cada um desses álbuns, o que resultou em mais de dois terços de seu conjunto de 20 músicas.

Houve uma diferença notável no tom entre o material desses dois álbuns, no entanto. Twain, que passou 15 anos entre álbuns enquanto lutava contra problemas pessoais e de saúde, estava trabalhando em alguns temas bastante emocionais em “Now”..

“Eu gosto de desabafar minha música e tirar coisas do meu peito”, disse Twain ao introduzir “Poor Me”, uma de suas novas músicas. “É muito terapêutico”.

Ela sabiamente seguiu isso com dois sucessos energéticos e energéticos, “Don’t Be Stupid (You Know I Love You)” e “That Don’t Impress Me Much”. Na última canção, Twain estava cercada por seus quatro dançarinos de apoio masculinos, que brincavam ao redor dela provocativamente, tanto individualmente quanto em grupo. Em um ponto, Twain se aproximou de algum tipo de ventilador de ar, que soprou o corpo principal de seu vestido esvoaçante sobre sua cabeça, levando-a a rir e perder uma linha da música antes de se recuperar.

Depois, Twain riu do incidente – e até deixou cair uma figura popular de discurso de Utah sobre a multidão.

“Estou imaginando, ou meu vestido acabou de voar sobre a minha cabeça? Esta é a primeira vez que acontece nessa turnê. Oh meu inferno!” ela disse. “Estamos aqui para nos divertir, então vale tudo, eu acho. Vou passar o resto do show tentando esquecer.”

Twain fez várias saídas e entradas impressionantes durante o concerto. Havia um círculo vermelho centrado no meio do palco e, algumas vezes, ela desceu do campo de visão. Ela geralmente reaparecia em outro lugar dentro de um ou dois minutos, completa com uma nova mudança de roupa.

Sua banda de apoio consistia de quatro músicos, com alguns deles tocando vários instrumentos conforme necessário. A banda estava em constante movimento durante a noite. Houve grandes extensões, na verdade, quando a banda estava completamente fora de vista por trás dos cubos de vídeo. O kit de bateria de Wood se moveu por todo o palco, e todos os membros da banda passaram um bom tempo sobre os cubos de vídeo em constante evolução.

Twain cantou a pungente “Soldier” enquanto montava o violão aberto sobre a multidão. Ela desceu no pequeno palco e recebeu um violão. O balanço então a elevou sobre o palco enquanto ela cantava “You’re Still the One” enquanto a plateia iluminava a arena com a iluminação do celular.

Depois disso, Twain foi novamente reduzida para o pequeno palco, onde ela fez várias selfies com os fãs na plateia antes de se conectar com meia dúzia de professores do Scera Park Elementary em Orem. O grupo tinha sido pré-escolhido e mudou-se para os assentos próximos antes do show – e Twain fez com que eles a seguissem pelo chão até o palco principal com um caloroso “Vamos lá meninas!” O grupo compartilhou alguns minutos no palco sendo questionados por Twain antes de retornar aos seus lugares.

Outros destaques do show incluíram uma ótima versão de “I’m Gonna Getcha Good”, um dueto entusiasmado em “Party For Two”, com abertura de Bastian Baker e o set-closing principal “(If You Not In It For Love) I’m Outta Here!”.

Twain retornou para uma versão de “Man! I Feel Like a Woman!”, que culminou em uma explosão gigante de confetes quando Twain desapareceu de repente através de seu canal abaixo do palco. Ela está fechando a maioria dos shows dessa turnê com “Rock This Country!”, mas por algum motivo nesta noite, ela não voltou a tocar essa música. Não importa. Twain provou que ela ainda podia deslumbrar as massas, tanto com suas músicas quanto com sua produção.

O cantor e guitarrista suíço Baker abriu o show com um divertido set solo de seis músicas de 30 minutos. Baker certamente não tinha falta de confiança, assumindo o comando da multidão imediatamente com suas brincadeiras espirituosas e natureza borbulhante. Na verdade, ele pode ter sido um pouco entusiasmado, já que ele deve ter conferido o nome “Salt Lake City” pelo menos 20 vezes. (Dica: algumas vezes, obrigada!)

Ainda assim, era difícil não apreciar a energia e a confiança de Baker em pé com apenas um violão na frente de uma Vivint Arena cheia de gente, onde todo mundo gostava de Twain. Ele foi especialmente bom em um cover de “Hallelujah” de Leonard Cohen e sua própria “Love on Fire”, “All Around Us” e “Leaving Tomorrow”.

Doug Fox
HERALD EXTRA