Bastian Baker fala sobre sua relação com Shania Twain
28.01.2017
• publicado por Diego Brambilla em Entrevistas

O cantor suíço Bastian Baker, dono de sucessos como “Lucky“, em uma entrevista recente ao site The National, falou sobre sua relação com a cantora country Shania Twain. O cantor, que abriu shows durante a turnê de despedida de Twain, mencionou: “Eu me tornei muito próximo de Shania Twain.”

O cantor conheceu Shania no Festival de Jazz de Montreux, há alguns anos atrás. Segundo ele, ela se tornou sua mentora: “Ela se tornou uma boa amiga. Sempre que eu tiver uma nova canção, eu a tocarei para ela e ela me dará um conselho incrível na produção e composição. Então, ela é como minha mentora.

Além de terem estado juntos durante a Rock This Country Tour em 2015, Bastian e Twain também estiveram juntos durante o afterparty do programa Shania Kids Can, que ocorreu em 2014 em Las Vegas. Para Shania, Baker “é muito talentoso, um ótimo cantor e compositor, um bom contador de histórias”.

Fonte: The National

CBS aponta quais as melhores – e as piores – performances do Super Bowl
28.01.2017
• publicado por Diego Brambilla em Notícias

No dia 5 de fevereiro, Lady Gaga comandará o show de intervalo do Super Bowl, o campeonato da NFL. Com a proximidade da data, a emissora CBS decidiu elencar as maiores performances do evento dentre todas as edições.

Em primeiro lugar, o cantor Prince aparece pela sua participação em 2007. Beyoncé aparece logo em 2º lugar, pelo Super Bowl de 2013. E em 3º está Michael Jackson, com sua icônica – e inesquecível – performance em 1993.

A cantora country Shania Twain, que se apresentou no evento em 2003, entrou para a lista da CBS, com a 16ª colocação. O principal “erro” de Shania, segundo a publicação, foi o uso de playback durante sua apresentação. “Shania gritando ‘let’s go football fans’ talvez tenha sido o único momento em que seu microfone estava ao vivo“, escreveu. Na ocasião, Twain apresentou dois de seus hits, “Man! I Feel Like A Woman!” e “Up!

“A performance de “Formation” de Beyoncé, um hino sem preconceitos, criou alguma controvérsia”

Para os editores da matéria, a pior performance de todos os tempos ficou por conta de Coldplay, Bruno Mars e Beyoncé. Na justificativa, o canal escreveu: “Podemos estar divididos como americanos, mas uma coisa quase todo mundo concorda: Coldplay é uma droga. A banda funcionou muito bem como slogan para ‘O Virgem de 40 Anos’, mas como headliner do maior Super Bowl de todos os tempos? Ideia terrível”. Assim, para o canal, apenas a apresentação de Bruno Mars e Beyoncé salvaram o show.

Fonte: CBS Sports

Shania Twain elege Meghan Trainor como sua cantora favorita da atualidade
22.01.2017
• publicado por Diego Brambilla em Entrevistas

Uma das maiores lendas da música country e pop, Shania Twain, teve um difícil desafio. Durante uma entrevista de rádio, a cantora foi questionada sobre a sua cantora favorita da atualidade. E ela apontou para…Meghan Trainor!

Eu acho que a Meghan Trainor certamente tem meu voto por ser muito original e única, seguindo seu próprio caminho e estilo”, explicou a superstar canadense na entrevista. “ela é incomparável, e eu admiro muito isso. Ela é muito identificável e uma ótima compositora”, completou.

Shania Twain Meghan Trainor

As duas cantoras tiveram a chance de se conhecer pessoalmente durante o CMT Artists Of The Year, no ano passado. Na ocasião, Meghan se juntou à cantora country Kelsea Ballerini e à Jill Scott para um tributo à Shania. Além da apresentação ao vivo, Meghan também dividiu a mesa com a superestrela do country.

Meghan comentou pelo Instagram como foi a experiência de cantar para Shania, durante o evento promovido pela CMT, no ano passado. “Uma grande honra cantar para essa rainha. Obrigada Shania Twain e CMT pela oportunidade“.

Fonte: POPline

Shania Twain ganhará exposição no Country Music Hall Of Fame
10.01.2017
• publicado por Diego Brambilla em Notícias

Shania Twain será o foco de uma nova exposição no Country Music Hall of Fame and Museum em 2017. O evento incluirá acessórios de palco, figurinos e outros itens que deixaram suas marcas no passado da cantora. Com abertura em 26 de Junho e encerramento em 17 de Junho de 2018, a exposição segue o anúncio de que Jason Aldean também terá uma exposição em 2017.

A estrela falou sobre seu novo álbum, que “chegará muito em breve” e explicou como foi a escolha dos produtores.

É uma honra fazer parte das exposições do Country Music Hall Of Fame de 2017. Poder revisitar meus figurinos favoritos, fotos e memórias da minha carreira traz uma sensação especial, especialmente este ano que trará uma nova fase pra mim com o novo álbum!”, disse Twain em um comunicado. “Eu estou muito animada para ter esses importantes momentos criativos em exibição.”

A exposição vai focar nos seus maiores feitos como o “Come On Over” de 1997 e as grandes turnês de Twain. A cantora apresentou mais recentemente sua turnê de despedida, “Rock This Country” – a qual, no fim das contas, não foi bem uma despedida. O novo álbum de Shania Twain, no qual ela trabalhou com vários produtores, incluindo Jake Gosling, é esperado para lançamento no final da primavera ou começo do verão.

A exibição de Aldean abrirá em 26 de Maio. As demais exibições do Country Music Hall of Fame and Museum de 2017 serão reveladas ao longo da semana.

Shania Twain ganhará exposição no Country Music Hall Of Fame

Sobre o Country Music Hall Of Fame And Museum

O “Country Music Hall Of Fame And Museum” fica em Nashville, Tennesse. É um dos maiores museus e centros de pesquisa do mundo. Dedica-se inteiramente à preservação e interpretação da música country americana. Abriu as portas em 1964 e atualmente, tem uma das maiores coleções musicais do mundo.

Em 2017, além de Shania Twain, o museu também terá exposições de Jason Aldean, Loretta Lynn e do casal Faith Hill e Tim McGraw.

Fonte: Rolling Stone

Shania Twain fala sobre novo álbum para 2017
21.12.2016
• publicado por Diego Brambilla em canções, Notícias

Marque no seu calendário: Shania Twain trará músicas novas em 2017!

Em entrevista para a Entertainment Weekly, a estrela canadense da música country, agora com 51 anos, após concluir uma residência de dois anos em Las Vegas e sua turnê Rock This Country em 2015, revela que está pronta para o lançamento de seu quinto álbum de estúdio, esperado já para antes de abril de 2017. O álbum será sucessor de “Up!” de 2002. “Eu estou muito atrasada!”, admite. “Eu sinto que eu preciso continuar fazendo álbuns agora.

“Quando eu cheguei ao estúdio, eu já estava familiarizada com o que eu queria fazer.”

Para seu álbum de rShania Twain recebeu o prêmio "Ícone" no Billboard Women in Music" no último dia 09 de dezembro em Nova York.etorno, Twain conta que criou várias melodias, que estão guardadas em vários dispositivos pela casa. “Há, mais ou menos, cinco deles. Eu estou sempre guardando as coisas”, diz ela. “Então, se está um dia chuvoso ou se eu estiver entediada, eu vou até os meus eletrônicos e ouço às coisas. Então eu dou títulos como “Batida animada” ou “Bela memória””.

Twain relatou que gravou seus demos em casa, usando programas como GarageBand e Pro Tools. “É realmente divertido experimentar esses arranjos”, diz ela. “Eu fiz muito dos meus backing vocals – só podendo pegar todas essas várias faixas, mover e experimentar. Quando eu cheguei ao estúdio, eu já estava familiarizada com o que eu queria fazer.”

A cantora reuniu um alto time de produtores e compositores que já trabalharam com estrelas, desde Carly Rae Jepsen até Kings Of Leon. “Eu sou uma pessoa muita focada no estúdio”, contou ela. “Não é diversão, mas a alegria vem em assistir a coisa toda crescer e estar nesse modo criativo – isso é muito indulgente para mim.”

“Eu senti como se tivesse subido uma grande montanha e ficado no topo dela, olhando nos olhos de Deus.”

Para o próximo projeto, Twain colaborou com Ron Aniello, Jake Gosling, Jacquire King e Matthew Koma. De acordo com a estrela, “todos eles são muito diferentes uns dos outros.”

Enquanto se mantém como uma das maiores vendedoras de discos da história, a estrela country revela que seu novo álbum inclui uma combinação de “baladas dolorosas e melancólicas que evoluem para canções completamente otimistas”. Ela descreve o processo de gravação como se tivesse “subido uma grande montanha e ficado no topo dela, olhando nos olhos de Deus, e dizendo ‘Eu estou aqui! O que devo fazer agora?’.”

Shania twain posa para fotos no tapete rosa do Billboard Women In Music em Nova York

Dessa vez, o álbum não contará com a ajuda do produtor Mutt Lange, seu ex-marido. “Foi um grande salto de coragem pra mim”, Twain disse à Billboard. “Eu não sabia por onde começar. Eu escrevi vários tipos de músicas, vários tipos de letras e de melodias. Quem vai dizer, ‘Certo, vamos aprimorar esse estilo?’ Eu não tinha essa direção, que eu tinha com Mutt.”

Para Twain, o álbum é como “um tipo de esquizofrenia musical.” Mas não espere hinos de separação inspirados pelo término de seu casamento com Lange. “Eu falo mais de dor, mas não senti a necessidade de ser literal sobre raiva ou ódio. É muito triunfante no final. Eu me senti como, ‘Whew! Eu fiz isso através do álbum! Eu consegui escrever todas as músicas!’ Foi como uma montanha-russa emocional e as letras refletem isso.”

Fonte: E! Online, ET Canada, CelebMix

278.jpg
277.jpg
latelate-11.jpg
latelate-10.jpg
latelate-09.jpg
latelate-08.jpg
latelate-06.jpg
latelate-05.png
latelate-05.jpg
latelate-04.png
latelate-03.jpg
latelate-02.jpg
latelate-01.jpg
grandrapids-16.jpg
05-mq-ballads-10-HQ.jpg
05-mq-ballads-04-HQ.jpg
05-mq-ballads-03-HQ.jpg
03-mq-coat-02.jpg
mid-5.jpg
mid-3.jpg
index.jpg
home-bg1.jpg
bg6.jpg
bg5.jpg
bg4.jpg
bg2.jpg
1383839_748682928489287_1943069397_n.jpg
5daef6983084e07cd9fed4d6974b2578_f58.jpg
4.jpg
3.jpg
2.jpg
grandrapids-15.jpg
grandrapids-14.jpg
grandrapids-13.jpg
grandrapids-12.jpg
grandrapids-11.jpg
grandrapids-10.jpg
grandrapids-09.jpg
grandrapids-08.jpg
grandrapids-07.jpg