Shania Who?

Shania Twain é cantora, compositora, produtora e escritora canadense, e um dos grandes nomes da música country no mundo todo. Atualmente possui quatro álbuns de estrondoso sucesso.

Shania Twain conta como seu novo álbum a ajudou a superar um período difícil

Quase dois meses após o lançamento do álbum, “Now” e às vésperas do Grey Cup, resolvemos trazer a vocês a tradução de uma entrevista exclusiva ao Huffington Post, na qual Shania revela qual seu sentimento após seu novo álbum ter chegado ao topo das paradas.

E mais…ela já está trabalhando em novo projeto!

Confiram:

Em um ano em que ícones pop Katy Perry e Miley Cyrus deral resposta a suas últimas exibições musicais, é provavelmente justo dizer que o retorno de Shania Twain ao cenário musica e subsequente ascensão ao topo das paradas de álbuns nos dois lados do Atlântico é uma das mais surpreendentes histórias.

E sim, no começo deste mês ela conseguiu superar uma impressionante conquista com o lançamento de seu quinto álbum de estúdio com seu quinto álbum de estúdio “Now“, seguido de uma inesperada briga pelo topo das paradas contra o grupo alternativo londrino, Wolf Alice.

“Ha! Isso aconteceu há vários dias”, disse Shania ao HuffPost UK sobre a chamada “batalha dos charts”,” eu não estava realmente certa do que esperar no final, mas fiquei feliz por ter chegado ao número um. Realmente me senti ótima por ter esse apoio”.

O retorno de Shania veio após 15 anos de hiato, período o qual ela levou mais do que simplesmente alguns golpes, mais notavelmente problemas de saúde que, causaram uma perda temporária de sua voz, e um escandaloso divórcio de seu colaborador Mutt Lange, com “Now” sendo o primeiro álbum desde 1995 a não tê-lo como co-compositor e produtor.

Refletindo sobre a composição, ela admite que “começar” sozinha foi a parte mais “assustadora”, explicando: “Mutt era meu produtor e meu co-compositor, então foi uma mudança grande ao, de repente, fazer um álbum sem ele. E me lançar nisso foi o maior passo.”

“Eu comecei a escrever canções aos 10 anos e toda a minha juventude, eu escrevi sozinha, eu não estava colaborando com ninguém.”

“Eu conheci Mutt e fizemos todas aquelas gravações juntos, eu passei 14 anos co-escrevendo com ele, e isso acabou se tornando um retorno àquela independência e aproveitar poder escrever música sem a influência de ninguém e sem nenhuma direção e simplesmente me trancar nesse isolamento, que é o que eu realmente amo na composição.”

Sendo esse o primeiro álbum em que compôs sozinha depois de mais de 20 anos, Shania conta que “Now” é “definitivamente” o mais pessoal e “puro” até hoje, mas tendo passado por tanta coisa durante seu hiato, estamos curiosos para saber se ela desconfiou sobre colocar muito da vida particular no lançamento.

Hmmm…para ser honesta, eu passei por muita coisa na minha vida pessoal desde o começo da minha vida”, ela explica. “É interessante quanto os últimos 15 anos da minha vida se tornaram mais públicos. Nesse momento da minha vida, sou uma pessoa famosa, então meus problemas, meu divórcio tem estado mais na linha de frente.”

“Mas os últimos 15 anos foram mais um período de transição e de reflexão da minha vida toda… e eu ganhei muita perspectiva até aqui. Tipo, meus pais morrendo em um acidente de carro, para te dar um exemplo de perspectiva. [Shania tinha apenas 22 anos quando perdeu sua mãe e pai adotivo em um acidente], é muito mais dolorosa que meu divórcio! Certo?”

“Então, tem sido bom para que eu pudesse refletir sobre tudo isso, e colocar as coisas em uma ordem de o que deveria tomar minha energia emocional, e o que não deveria. E o álbum foi uma experiência de limpeza, escrever as músicas foi uma importante transição.”

Alguém familiarizado com os turbulentos anos de Shania seria perdoado por ter ficado surpreso quando sua primeira oferta musical em 15 anos foi a canção otimista, “Life’s About To Get Good“.

Quando apontamos isso para ela e perguntamos se a música alegre era uma escolha deliberada, ela se entusiasma: “Sim, exatamente. Queria que todos soubessem que voltei com otimismo.”

“Não estou ignorando que tive momentos difíceis … mas acho que [Life’s About To Get Good] é a música que representa os verdadeiros contrastes na minha vida de escuridão e luz, você sabe, triste e feliz e onde eu estou agora – cheguei à luz no fim do túnel, mas eu estava ao mesmo tempo no túnel, no escuro, essa música realmente representa a verdade dessa jornada.”

Dito isto, “Now” contém muitos momentos sombrios e contemplativos, o que imaginamos deve ter sido bastante difícil de gravar. Mas…nem tanto.

“Não mesmo!”, Ela insiste: “No momento em que escrevi o álbum, senti como se tivesse sido limpa de muitos fardos que estavam pendurados, coisas da vida real…era quase como se uma carga estivesse saindo”

“Quando você encontrar jeitos de expressar coisas que estão te incomodando ou pesando e você abordá-las, elas já não pesam. Para mim, a composição é como uma aula de auto-ajuda de uma maneira, é muito terapêutica, então, depois de escrever uma música como “Poor Me“, me sinto melhor. E então sinto-me ainda melhor quando as canto.”

“É como conversar com seu amigo sobre isso, você coloca para fora, você tira do peito e se sente melhor, e você sente que chegou ao outro lado”.

Refletindo especificamente sobre “Poor Me“, que aborda temas de infidelidade e a turbulência que sente após uma ruptura, Shania continua: “Essa música é só dizer que sim, nós também devemos reconhecer os momentos mais sombrios e não fingir que eles não está lá.”

“Eu acho que é muito mais limpo permitir-se sentir pena de você mesmo às vezes, nem sempre precisamos ser fortes. Esses momentos passam mais facilmente, se nos permitimos senti-los. E eu acho que a liberação disso.”

Considerando o sexismo e a idade, que são predominantemente famosos na indústria da música, imaginamos que ter um álbum #1 após um hiato de 15 anos fará com que Shania sirva um modelo para mulheres mais maduras, o que ela nos diz que acha ser “ótimo”.

“Eu amo inspirar as pessoas”, ela revela: “E eu escrevo música que eu espero que inspire. Isso faz parte da minha intenção quando escrevo músicas.”

“Certamente com as músicas que gravo e compartilho com o público, minhas intenções são ser confiáveis ​​e compartilhar inspiração”.

Olhando para o futuro, Shania está se preparando para fazer uma turnê mundial, iniciando em maio do próximo ano, e já está pensando no seguimento de “Now” (“Eu já estou trabalhando nisso”, ela revela, “E estou ansiosa para voltar ao estúdio”).

Parece que até fica surpresa com o quão grande foi a reação ao álbum, admitindo: “Foi uma grande surpresa. Foi uma recepção maravilhosa e calorosa.”

“Senti muita satisfação ter um trabalho tão pessoal [ser tão bem recebido]. Eu escrevi todas as músicas neste álbum, e foi uma grande responsabilidade assumir esse compromisso de fazê-lo sozinha.”

“Então, você sabe, só de saber que os fãs estavam lá esperando por isso…foi a recompensa. Essa foi a recompensa, eles estavam esperando por isso, eles não estavam apenas dizendo isso. E acho que essa foi a prova física de que eles queriam dizer isso”.

Daniel Welsh

HUFFINGTON POST


Publicado por Diego Brambilla

COMENTÁRIOS